PLANO DE FORMAÇÃO PARA 2017 já disponível

Consulte na nossa área da formação, as ações disponíveis e as informações detalhadas para cada uma das ações e inscreva-se já!

 

 

DONWLOAD DOCUMENTO

Eco-Inovação no setor do Papel & Cartão

A ANIPC submeteu e viu aceite a sua candidatura apresentada ao COMPETE no âmbito do Aviso nº 04/SIAC/2015, do Sistema de Apoio a Ações Coletivas.

O projeto “Eco Inovação no Setor do Papel e Cartão”, pretende promover a eco-eficiência como ferramenta de gestão que introduz vantagens ambientais, competitivas e económicas nas organizações e que promove o desenvolvimento sustentável através da utilização mais eficiente dos recursos.

O projeto contemplará diversas atividades, entre as quais um Plano de recolha de informação e vigilância prospetiva e estratégica relacionada com a Ecoeficiência no Setor do Papel e Cartão, um Portal da Eco-Eficiência que se destinará não apenas para a promoção de medidas eco-eficientes, mas também para disponibilizar ferramentas essenciais de apoio às empresas, no que respeita à ecoeficiência.
Para além destas atividades está também previsto um Plano de Intervenção e Sensibilização, nomeadamente através da realização de conferências e workshops onde serão debatidas e apresentadas diversas soluções e informações relevantes no âmbito da ecoeficiência.

Objetivos operacionais:

-Sensibilizar as empresas para a Eco-Eficiência;
-Fornecer informação e ferramentas às empresas no âmbito da implementação da Eco-Eficiência;
-Identificar casos de sucesso que possam reforçar a importância para a competitividade económica da eco-eficiência;
-Otimizar a utilização de recursos e reduzir custos no setor do papel e cartão;
-Reduzir impactes ambientais no setor do papel e cartão;
-Identificar boas práticas que permitam às empresas definirem as suas metodologias de implementação da ecoeficiência;
-Fomentar a cooperação entre as empresas do setor do papel e cartão.
 
Para mais informações poderá contactar a ANIPC – Associação Nacional dos Industriais de Papel e Cartão, através do nosso endereço eletrónico geral@anipc.pt, ou através do telefone 256 060 996.

POCI-02-0853-FEDER-016260

 

As guias eletrónicas de acompanhamento de resíduos (e-GAR) estão quase a chegar!

Está para muito breve a publicação da portaria que irá concretizar a desmaterialização das atuais Guias de Acompanhamento de Resíduos (GAR), as guias de acompanhamento de resíduos hospitalares (GARH) e as guias de acompanhamento de resíduos de construção e demolição (GARCD) em suporte de papel, as quais irão dar lugar às e-GAR, conforme previsto no Decreto-Lei nº 73/2011.

A partir da data da publicação da portaria das e-GAR, prevista ainda para 2016 e até ao final do ano, funcionará como um período transitório, onde o uso das e-GAR será voluntário, pelo que neste período as empresas continuarão a poder ser utilizar os modelos n.º INCM 1428 e n.º 1429, bem como as guias RCD. O objectivo é que a partir de 1 Janeiro de 2017 apenas as e-GAR emitidas através do SILIAMB sejam válidas para o transporte de resíduos. Só a partir da entrada em vigor da Portaria é que as e-GAR poderão ser legalmente utilizadas para acompanhar o transporte de resíduos.

Haverá três modos de emitir e-GAR:
  • Através do portal SILIAMB , orientado para o pequeno produtor ou OGR com um pequeno volume anual de guias
  • Através de Web-services –que as empresas tenham desenvolvido para ligar diretamente os seus ERP ao SILIAMB, orientado para os utilizadores profissionais com grande quantidade mensal de guias
  • Através da APP mobile - a aplicação Android para dispositivos móveis, apenas para os produtores.

As empresas que já estavam anteriormente inscritas no Portal SILIAMB podem usar o interface de testes da APA com as mesmas credenciais testando a e-GAR por sua conta e risco (de notar que a APA não disponibiliza qualquer apoio no uso desta interface temporária para além do manual do utilizador).

Uma das grandes vantagens deste novo sistema é que os dados das e-GAR irão migrar para o MIRR, uma vez que nos formulários B, C1, C2 e D1 do MIRR2016 constará um botão de "pré-preencher" que migrará os dados, que deverão ser validados antes da submissão!

Aguardam-se novidades de fundo como a data prevista da publicação da Portaria, a definição do âmbito de aplicação (isenções) e do modelo de custos (taxas SIRER), sendo que após a publicação da Portaria, a APA irá promover sessões de informação, divulgação e formação em todo o país, estando já prevista uma sessão a realizar em parceria com a ANIPC, cuja data e detalhes iremos divulgar junto dos nossos Associados, quando oportuno.

Para mais informações, poderá entretanto, ir consultando o site da APA!